reCAPTCHA faz com que usuários digitalizem livros

Muito bacana a idéia da universidade de Carnegie Mellon (EUA) de aproveitar a digitação dos usuários em sites e serviços para validar que são realmente humanos, através do CAPTCHA, agora reCAPTCHA, para corrigir palavras que não puderam ser interpretadas via OCR. Deste modo, o usuário faz o que o OCR não conseguiu, e auxilia na digitalização de cerca de 160 livros por dia. Confira a reportagem completa no Inovação Tecnológica.

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!