Governança de TI e as redes sociais

InMap do LinkedIn

Li mais um ótimo texto do Troy Dumoulin, da Pink Elephant, discutindo algo que tem sido alvo de muitos artigos em diversos veículos da mídia recentemente: as redes sociais, e seu tratamento pelos departamentos de TI. Na visão dele, que me parece ser uma visão que tende a ser adotada na maioria dos casos, a TI tem que viabilizar o uso adequado das redes sociais na medida em que isso é uma necessidade (é fato!), já que muitas informações sobre a empresa e seus produtos são compartilhadas através das redes sociais.

Não dá pra ignorar os 600 milhões de usuários do Facebook, nem os 100 milhões de usuários do Twitter. São clientes potenciais, que podem estar comentando (ou pior, criticando) seus produtos. Portanto, o departamento de TI tem que sair da postura de "controlador de acessos" para uma postura de "parceiro na obtenção de resultados", como sugere a própria definição de serviço do ITIL: "um meio de entregar valor aos clientes facilitando seus resultados sem a apropriação de custos e riscos específicos". Dessa forma, fica mais fácil entender porque, como e quando a empresa utiliza as redes sociais e, assim, estabelecer os limites necessários na sua utilização.

Uma afirmação curiosa que li num outro texto indica que o bloqueio do acesso a redes sociais aumenta exponencialmente a chance de vazamento de informações para estas mesmas redes. Sabe aquela história de que basta proibir pra alguém querer fazer ? É por aí. Assim, acredito muito nesta abordagem mais colaborativa ao invés de restritiva da TI. Pesquisas mostram que, das empresas na lista "Fortune 100", 65% têm contas no Twitter, 54% têm páginas no Facebook, 50% têm canais no Youtube e 33% blogs corporativos. Em resumo, é caminho sem volta.

Pra finalizar, o Troy indica que o mais importante é estar atento aos riscos do uso das redes sociais e tentar, na medida do possível, controlá-los, com conscientização, orientação e entendimento de que as redes sociais chegaram pra ficar, e vão fazer parte da rotina da TI, querendo ou não.

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!