Eu já tô fugindo do #Google, e você ?

Depois de ler alguns textos sobre as mudanças na política de privacidade do Google, que agora vai poder usar todos os dados que guardamos lá, criando experiências do tipo sugerir o melhor trajeto ao identificar que você está atrasado para um compromisso, fiquei pensando no que fazer a respeito, e no quanto estou "comprometido" com a Big G.

Eu uso o Netvibes, recentemente adquirido pela Dassault Sistemes, o que vai aumentar o seu foco em fornecer informações para empresas. Assim, meus feeds RSS estão "protegidos". Consequentemente, o alcance da Google sobre meus "interesses" é limitado.

Eu uso o GMail, e aqui certamente está a maior fonte de informações para o "cubo de dados do BI" que a Google deve ter sobre mim. Isto porque concentro inclusive outras contas de e-mail que possuo, usando o recurso de contas POP do GMail. Não pretendo mudar isso, ao menos por enquanto.

Eu uso o Chrome, geralmente com boa parte das senhas de serviços do Google salvas, o que significa que minha navegação é automaticamente rastreada. Entretanto, utilizo as extensões Disconnect e Sheepish (este link está com problema, e talvez a extensão tenha sido removida), o que reduz (pode até eliminar) o potencial de rastreamento da navegação.

Além disso, o Chrome possui um recurso interessante e ridiculamente simples de usar, que são os perfis de usuário.

A figura acima mostra como é simples alternar entre os perfis (basta clicar no ícone que vai surgir no canto superior esquerdo e alternar). Para criar este perfil, basta acessar as opções do navegador, e adicionar um novo usuário. Eu disse que é ridiculamente simples, porque isto é tudo que você precisa fazer para ter perfis completamente independentes no navegador. Ou seja, ao selecionar outro perfil, uma nova janela surgirá, e tudo que você fizer será vinculado a este outro perfil, e será "invisível" para o perfil anterior.

Há ainda a opção de usar o navegador em modo anônimo quando não quiser ter a navegação rastreada. Mas esta opção tem a desvantagem de não permitir reabrir abas fechadas por engano ou salvar senhas de sites muito acessados, por exemplo. Se isto não te incomoda, pode ser uma opção interessante, inclusive porque, por padrão, o modo anônimo desativa todas as extensões, o que potencialmente aumenta a privacidade da navegação. Ainda assim, sugiro que configura as extensões Disconnect e Sheepish pra funcionarem mesmo no modo anônimo.

E há ainda a opção de usar o Firefox, que, como já dissemos antes, tem uma política de privacidade mais "preocupada" com o usuário.

Eu uso o Google Maps, mas com o recurso de perfis do Chrome, posso evitar o rastreamento dos locais que pesquiso.

Eu uso o Google Calendar e Picasa, e aqui temos a fonte secundária para o BI do Google sobre mim, pois como meu smartphone é Android, tenho cadastrado meus compromissos e sincronizado minha agenda com o GCal. As fotos do smartphone não vão automaticamente pro Picasa, mas iam pro Google+, até eu desativar o maldito instant upload.

Quase ia esquecendo, mas graças ao android e ao GMail, também uso o Google Contacts.

Assim, em resumo, meu "compromisso" com o Google se resume (como se fosse pouco) aos contatos, calendário, e-mail e fotos, este último parcialmente. Acho que posso conviver com isso. Mas não pretendo me comprometer ainda mais com esse pessoal de Mountain View.

Agora que terminei este texto, acho que não estou exatamente fugindo do Google, né ? :P

Siga-nos no Twitter!
Curta nossa página no facebook!
Receba os textos via e-mail ou RSS!
Confira outros textos sobre o tema!

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!