6 perguntas pra fazer antes de contratar serviços na nuvem

Tenho lido recentemente vários artigos do Elias Khnaser (VMware Expert e editor da Information Week), que sempre traz informações interessantes sobre virtualização e computação em nuvem. Desta vez ele trouxe uma lista de perguntas interessantíssimas que devem ser feitas ao seu (potencial) provedor de serviços na nuvem, afim de obter informações que melhor subsidiem a tomada de uma decisão tão importante quanto migrar serviços para a nuvem. Vamos às perguntas sugeridas por ele, com meus comentários.

Quem pode ver minhas informações, e como alterações são auditadas ?

Segurança é a maior preocupação de quem migra serviços para a nuvem, uma vez que, considerando o compartilhamento de recursos do provedor por vários clientes, há o risco de um cliente ver dados de outros, ou pior, diante de uma falha de segurança, o risco de comprometimento dos dados de muitos ou até todos os clientes. Os acontecimentos recentes com twitter, linkedin, facebook, hotmail e outros grandes aumentam ainda mais as preocupações dos clientes.

Por isso, é essencial que haja uma política clara por parte do provedor para garantir a guarda dos dados, e que qualquer manipulação seja devidamente registrada, com a possibilidade de obtenção de tais informações pelo cliente, permitindo a identificação de quem, quando e como ocorre a manipulação dos dados armazenados no provedor.

Qual é a sua estratégia de proteção de dados ?

Saber a política de proteção de dados do provedor é essencial para determinar o tempo necessário para recuperar dados em caso de falhas, ou ainda identificar limitações do provedor em relação às necessidades do cliente. Em alguns casos, pode ser interessante que o cliente faça um backup por conta própria para acesso rápido.

Como você lida com multilocação ?

Uma das premissas da nuvem (especialmente a pública) é que há economia de escala que leva a redução de custos, na medida em que vários clientes compartilham (e bancam) uma estrutura comum. O caso da Amazon e seus preços agressivos é o exemplo clássico das vantagens desse modelo.

Entretanto, isso só funciona bem se houver uma separação "lógica" adequadamente projetada, confiável e robusta, que garanta o isolamento dos clientes, seus dados e transações. Portanto, é bom saber como o provedor implementa esta separação, concordam ?

Se eu usar o seu serviço, ficarei "preso" à sua tecnologia ?

As alianças construídas nos últimos anos em torno de soluções de computação em nuvem baseadas em software livre, que contam inclusive com a participação da VMware, o maior player privado neste mercado, não deixam dúvidas de que o modelo aberto veio pra ficar, e na nuvem isso é um requisito básico.

Assim, o provedor deve informar que ferramentas ou alternativas ele disponibiliza caso o cliente deseje migrar seus dados para outro provedor.

Que Acordos de Nível de Serviço oferece ?

Esse item é óbvio, mas é importante destacá-lo, afinal de nada adianta migrar um serviço para a nuvem se os requisitos de qualidade não forem atendidos e, de preferência, superados quando considerados em relação ao nível de serviço oferecido anteriormente.

Qual é a sua situação financeira? 

Esta pergunta não é técnica, mas é tão importante quanto as demais, pois permite avaliar a capacidade do provedor de fazer os investimentos necessários neste mercado cada vez mais concorrido, garantindo sua sobrevivência e evitando situações indesejáveis de descontinuidade para os clientes.

Analisando as respostas

É interessante observar não apenas se o provedor respondeu aos questionamentos, mas como respondeu (por e-mail institucional, telefone, etc), se demorou, e se as respostas eram evasivas ou bem elaboradas, padronizadas e informativas.

Fazendo estas perguntas e analisando as respostas de vários provedores, é possível ter uma idéia bem mais clara da confiabilidade deles, aumentando a chance de fazer a melhor escolha.

Curta nossa página no facebook!

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!