1ª Pesquisa sobre demandas de treinamento em TI na Bahia

Com o intuito de identificar as necessidades (diria carências) de treinamento em TI na Bahia, iniciei no mês de maio uma pesquisa junto aos meus contatos, e também através do grupo TI na Bahia do facebook, o qual recomendo participação para todos os profissionais de TI da região. É um excelente "local" para trocar idéias e obter informações úteis, em especial sobre vagas e treinamentos na área.

Mas voltando à pesquisa, apesar do esforço em alcançar o maior número de pessoas (o grupo TI na Bahia, por exemplo, possui hoje 10.552 participantes), obtive apenas 103 respostas ao longo de um mês. Isso representa cerca de 0,9% da população apenas! De todo modo, confiante que a estatística me favoreça, e que a amostra seja representativa do mercado da Bahia, apresento-lhes eles: os resultados!

Por que fazer esta pesquisa

Não posso simplesmente apresentar o resultado de uma pesquisa que considero bastante importante para o mercado de TI do nosso estado, sem antes contextualizar a a sua realização. Como professor, há bastante tempo tenho interesse em compreender melhor as necessidades de treinamento do mercado em que atuo, pois sempre tive o entendimento de que minha missão enquanto educador é tentar suprir as carências, pelo menos na minha área de conhecimento.

Além disso, à partir da evolução do blog, que tem me rendido bons frutos financeiramente falando, mesmo não sendo este o objetivo principal, me vi pensando também como empreendedor, o que está começando a gerar frutos interessantes também, mas isso será tema de outro post, muito em breve (breve mesmo!).

Portanto, o objetivo desta pesquisa era aliar as carências de um mercado de TI que apresenta tantos problemas quanto oportunidades aos interesses do professor em ajudar a resolver os problemas e do empreendedor em aproveitar oportunidades.

E assim, aqui está o resultado deste trabalho, que espero seja útil para todos os profissionais de TI da Bahia, pois mais do que apresentar resultados, quero apresentar perspectivas de atendimento dos interesses dos profissionais de TI do nosso estado.

Aliás, é fundamental fazer um agradecimento especial aos profissionais que responderam à pesquisa, muitos dos quais forneceram retorno valioso quanto à forma com que a pesquisa foi conduzida, revelando a necessidade de fazer ajustes que já iniciei. Muito obrigado a vocês!

Formato de treinamento - Presencial x À distância (EAD)

A primeira coisa que me chamou a atenção nos resultados foi o fato de que o mercado aparenta não estar preparado para assimilar treinamentos à distância, pelo menos não de maneira ampla. A preferência clara pelo treinamento presencial evidencia os receios comuns à toda novidade que se apresenta, mas principalmente contraria a percepção que construí a partir de conversas e contatos com alunos e profissionais da área, onde é fácil identificar muitas experiências positivas com treinamentos à distância.

Por isso, vejo este resultado como uma situação que tende a se reverter rapidamente, na medida em que os mitos, dúvidas e receios relativos a treinamentos à distância sejam dissipados, no que depender de mim, com qualidade e resultados efetivos para os interessados.

Temas de maior interesse
De forma geral, os resultados mostram grande interesse dos profissionais de TI da Bahia por áreas importantes e, algumas, relativamente novas, o que sinaliza a busca por atualização profissional, seja para incrementar o currículo ou buscar oportunidades de crescimento na carreira, o que penso ser positivo.

O tema de maior interesse foi Segurança da Informação, seguido de muito perto por Governança de TI e Virtualização. Vejo que acertei na mosca quando iniciei em 2009, com a colaboração da UNIFACS, treinamentos em Governança e Virtualização. Antecipei uma necessidade que espero estar sendo bem atendida.

Sistemas Operacionais e Computação em Nuvem também se mostram temas promissores, e acredito que a demanda por treinamentos em cloud deva aumentar bastante.

Gerenciamento de Projetos e Linguagens de Programação são áreas para as quais sempre há demanda, mas imaginava um maior interesse em gerenciamento de projetos considerando que a certificação PMP é hoje a que rende maiores dividendos em termos de colocação e remuneração, de acordo com notícias recentes.

Os demais temas apresentam demanda menor em relação aos que destaquei, mas estão longe de representar uma demanda desprezível. Entendo que estes resultados apresentam uma oportunidade única para os fornecedores de serviços de treinamento do mercado se apresentarem e atenderem as necessidades do mercado. Eu pretendo atender! :P

Carga horária


Os resultados apontam maior interesse em treinamentos com carga horária mais elevada, mais aprofundados portanto. Ainda assim, há algum espaço para treinamentos mais focados e com carga horária menor. Entendo que treinamentos com carga horária menor são menos cansativos e podem trazer melhores resultados em temas muito específicos, como a exploração detalhada de uma ferramenta de segurança em 8 ou 16 horas. Mas para treinamentos mais genéricos e abrangentes uma carga horária maior é importante.

Custo


Incluí esta delicada questão com o propósito de verificar quanto os profissionais de TI da Bahia estariam dispostos a desembolsar para obter atualização profissional e oportunidade de evolução na carreira através de capacitações. Confesso que me surpreendi positivamente com o fato de que a faixa até R$ 100 não dominou os resultados :)

Mas também entendo (e agradeço aos que apontaram isso) que a segunda faixa não ficou adequada, sendo necessário dividir em intervalos menores para identificar de forma mais precisa os valores entre R$ 101,00 e R$ 1.000,00 que seriam adequados para cada tema e carga horária.

Por fim, é curioso observar que há mais pessoas dispostas a arcar com custos superiores a R$1.000,00 em relação aos "muquiranas" que só pretendem desembolsar até R$100,00.

Perspectivas

Como disse no início, venho reiterar minha missão de não apenas expor os dados, mas fornecer perspectivas de atendimento das necessidades apontadas.

Neste sentido, indico aos interessados em Governança de TI e Virtualização os treinamentos que ministro na UNIFACS. São treinamentos presenciais dos quais alguns dos leitores inclusive já participaram e podem atestar (ou não) a qualidade :)

Informo ainda que se encontra em estágio avançado de desenvolvimento um projeto que pode ajudar a ampliar o atendimento das necessidades apontadas, sobre o qual vou falar melhor muito em breve.

Aguardem!

Para concluir, quero reforçar os agradecimentos a todos que participaram da pesquisa e dizer que espero muito sinceramente que as informações sejam úteis aos profissionais e empresas de treinamento da Bahia, e que possamos trabalhar para desenvolver cada vez mais este tão carente mercado cujo potencial acredito ser mal explorado.

E por hoje é só! Até a próxima!

Update: Já começamos a cumprir o prometido nas Perspectivas. Confira!

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!