20 horas de trabalho por semana bastam ?

20 horas de trabalho por semana bastam ?
Estou há um bom tempo pra escrever sobre este assunto que me intriga faz um tempinho já.

Larry Page, um dos fundadores do Google, disse em entrevista com Vinod Khosla, fundador da Khosla Ventures, que controla, entre muitas empresas, a Indie Gogo (crowdfunding), Cinemagram (app pra fazer vídeos) e o encurtador de URLs Bitly, que as pessoas estão trabalhando demais.

Na visão dele, não há necessidade de se trabalhar tanto pra atender as necessidades básicas do ser humano, e se você perguntar às pessoas, elas vão querer mais tempo pra férias e pra ficar com a família.

Assim, ele sugeriu a redução da jornada de trabalho, apontando que a jornada atual de 8 horas não é mais necessária, e indicando alternativas como reduzir a carga horária para 4 horas ou separar um emprego "full time" em vários empregos "part time".

Ele alegou (sem explicar como) que é possível reduzir a carga horária sem prejudicar o emprego.

A opinião dele foi reforçada pela declaração de Carlos Slim, presidente da America Movil, de que as pessoas deveriam trabalhar 3 dias por semana, 8 horas.

Conclusão


A questão é bastante controversa, há muitos interesses envolvidos e, principalmente, questões graves de produtividade, especialmente quando se trata de Brasil.

É muito fácil para donos de empresas que têm condições de recrutar talentos extraordinários fazer declarações como estas, pois o nível de produtividade dos seus funcionários chave é altíssimo, e dar mais liberdade pra eles representa um incentivo a serem ainda mais produtivos, e portanto compensa.

Por outro lado, é inegável que o mercado de trabalho passa por uma enorme transformação, e o questionamento da carga horária de trabalho é apenas uma das questões a serem tratadas, juntamente com a estrutura hierárquica das empresas, as carreiras Y e a mais recente carreira W, dentre outros aspectos que exigem uma reformulação das relações entre empregado e empregador.

Além disso, nem tudo são flores, como demonstra o caso do LinkedIn, obrigado a indenizar em 6 milhões de dólares funcionários e ex-funcionários, por problemas na contabilização de horas trabalhadas, o que certamente é um grande desafio numa empresa em que mobilidade e flexibilidade fazem parte da filosofia da empresa.

Por tudo isso, entendo que há uma oportunidade a ser aproveitada pelas empresas e profissionais que conseguirem repensar suas relações de trabalho e potencializar sua capacidade de entregar os resultados que empresas e clientes esperam, independentemente de quantos e quais dias precisem trabalhar e produzir para isso.

Aliás, vale lembrar que estar no trabalho não é sinônimo de estar trabalhando, produzindo, não é mesmo ?

Você pode conferir a entrevista de Larry Page aqui.

E então ? O que pensa a respeito dessas questões ? Tem uma experiência pra compartilhar ? Fala aí!

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!