Como Comprar o Melhor Smartphone BOM e BARATO - Dicas Essenciais pra Não Ser Enganado Por Falsas Promoções!

Como Comprar um Smartphone BOM e BARATO - Dicas Essenciais!

Comprei um smartphone recentemente.

Acho que você vai concordar comigo comprar um smartphone nem sempre é simples.

Os smartphones estão cada vez mais poderosos são cada vez mais características para analisar e isso pode tornar o processo de escolha bastante complexo

Pior...

Pode resultar em uma escolha ruim de um smartphone que não atenda às suas necessidades.

Já vi muita gente gastar uma GRANA PRETA em dispositivos "meia boca", literalmente jogando dinheiro no lixo.

Ao pesquisar preços e fazer comparativos, fiz algumas descobertas surpreendentes, e vou compartilhá-las com você ao longo desse texto.

Mas antes, deixa eu te fazer uma perguntinha.

O que é um smartphone bom e barato?


Tenho certeza que você tem sua resposta pra essa pergunta.

Muito provavelmente sua resposta é diferente da minha.

Somos diferentes.

Temos necessidades diferentes.

Normal.

Mas vamos tentar estabelecer um senso comum aqui, ok?

Quero que você como ponto de partida para um smartphone que vou chamar de "médio".

Ou seja, um dispositivo que vai funcionar razoavelmente bem pra maioria das atividades mais comuns.

E quais são essas atividades comuns?


  • Fazer ligações (sim, ainda há quem use isso! :)).
  • Tirar fotos.
  • Instalar algumas dezenas de aplicativos sem precisar remover o whatsapp pra liberar espaço :).

Mas não se empolgue, pois jogar não está na lista...

A menos que esteja pensando em joguinhos bobos que não exigem muito do dispositivo, tipo Candy Crush (ainda existe? desculpe, jogar no smartphone não é minha onda :).

Por outro lado, você pode usar as dicas a seguir pra verificar se aquele smartphone que você comprou achando que era TOP na verdade não passa de um meia boca.

Isso é BEEEEMMMMMM mais comum do que você imagina.

Vamos começar definindo os requisitos mínimos para o nosso "SMARTPHONE MÉDIO".

Alguns itens que não podem faltar (e que não aumentam tanto o preço):

Processador Quadcore

Hoje esse requisito é bem comum, muitos smartphones vêm com processadores de quatro núcleos. Por isso acrescentei a velocidade mínima de 1,4GHz nas pesquisas que fiz.

O processador é um componente muito crítico do sistema, e se ele for lento, todo o resto pode estar perdido.

Memória RAM interna de 1 GB

Atenção! Essa não é a memória pra armazenamento de aplicativos!

É a memória para execução dos aplicativos, ou seja, é a memoria usada pelo sistema para manter o máximo possível de informações acessíveis rapidamente.

Quanto mais memória melhor, mas achei que 1GB é um parâmetro adequado para um smartphone médio.

Tela de pelo menos 5 polegadas

Penso que este é o tamanho mais comum de tela atualmente, e oferece espaço suficiente até pra rodar dois apps simultaneamente, se seu smartphone permitir isso.

Câmera de pelo menos 8MP

Hoje há muitas câmeras que, apesar de não terem tantos megapixels, fazem fotos de qualidade.

Você encontra uma análise mais detalhada aqui.

Mínimo de 16GB de armazenamento

Lembre-se: você não vai querer remover o whatsapp pra ter mais espaço, né?

Suporte a cartão de memória

Recomendo comprar um cartão de pelo menos 16GB, mas se a grana estiver realmente muito curta, você PODE sobreviver até um ano com os 16GB com alguns cuidados - não guardar vídeos no whatsapp, por exemplo.

Pronto!
Requisitos definidos!

Lembrando que esta é MINHA SUGESTÃO para um smartphone razoável, porém é VOCÊ que vai definir os requisitos mínimos para um celular que atenda suas necessidades.

Se quiser conferir a lista de smartphones que atendem aos requisitos que defini aqui, segundo a busca do GSM Arena, clique aqui.

Note que nem todos os modelos estão disponíveis no Brasil, mas acredito que você vai encontrar celulares com valores acessíveis nessa lista.

É possível fazer busca parecida no Buscapé e Zoom, mas com restrições. Ainda assim, vale a pena usar estes buscadores pois elimina a necessidade de checar se o dispositivo está disponível aqui na terrinha.

E se você tiver alguma dica pra refinar essa lista, deixa seu comentário!

O "detalhe" que os sites que analisam e comparam smartphones não querem que você saiba!


Há uma infinidade de sites que comparam preços de Smartphones por toda a web.

Isso todo mundo sabe.

O que você provavelmente NÃO SABE é que comparar preços de smartphones é um grande negócio.

Isso porque as pessoas que estão procurando comparativos de smartphones em geral estão buscando realizar a compra de um celular.

Sabendo disso, muitos sites criam comparativos especialmente feitos para direcionar a compra do usuário incauto.

Com isso, o desavisado é enganado pelo comparativo e clica para realizar compra, acreditando que está fazendo um grande negócio, quando na verdade está apenas gerando uma gorda comissão para o site.

Faça o seguinte teste...


  1. Escolha dois dispositivos top de linha atualmente e pesquise no Google sobre ambos afim de encontrar comparativos desses dois dispositivos.
  2. Agora escolha 4 ou 5 dentre os sites listados no resultado da busca e verifique os preços que são indicados em cada um desses sites.
  3. Depois escolha dois ou três sites que você conhece e que praticam preços promocionais de smartphones (o meu favorito é o Gafanhoto, mas Google Shopping, Zoom, Buscapé e Jacotei também servem).
  4. Verifique a diferença entre os menores preços nos sites de busca e nos sites especializados em comparativos para celular.
  5. Provavelmente alguns dos sites de comparativos especializados vai conter preços acima dos valores praticados nas lojas, de acordo com os sites de busca de preços.

Eu encontrei diferenças de mais de R$ 1000,00 em smartphones top de linha!

Por isso tenha cuidado ao utilizar sites de comparativos.

Nunca faça a escolha e a compra baseado nas informações de um único site ou utilizando o link de compra de um desses serviços sem antes confirmar que esse realmente é o melhor preço.

Sites de comparação prestam um ótimo serviço ao consumidor fornecendo comparativos de características e preços para diversos produtos, inclusive smartphones.

Porém, usar esses serviços de comparação não garante que você vai encontrar o melhor preço, embora isso seja possível.

No caso dos sites especializados em comparativos de smartphones, o risco é ainda maior, pois alguns deles estão mais preocupados em ganhar comissão com a venda dos aparelhos do que em garantir o melhor preço para os clientes.

Veja.

Não estou aqui fazendo campanha contra sites comparativos de smartphones.

Eles prestam um bom serviço ao consumidor ao facilitar a análise de características e tomada de decisão sobre qual aparelho é melhor para cada necessidade.

Porém, nem todos prestam um bom serviço ao indicar os melhores preços para compra de smartphones.

Não há nada de errado em vender.

Errado é mentir, omitir, ou pior ainda, enganar consumidores ao oferecer produtos com preços que não são vantajosos.

O jeito CERTO de pesquisar preços!


Agora que você já entendeu o problema, vamos à solução.

Na verdade, a solução até já foi descrita no trecho anterior, já que consiste em pesquisar em vários sites que sejam referências em preços promocionais e comparar os resultados com os sites especializados em smartphones.

Pesquise pelas características, e considere apenas smartphones que atendem aos requisitos mínimos que VOCÊ definiu.

A busca por feature do GSM Arena, por exemplo, é fantástica!

Só não é perfeita porque não tem a opção "apenas smartphones lançados no Brasil".

Pesquise em sites especializados em promoções, como o Gafanhoto!

Eu sei, já falei do Gafanhoto várias vezes ao longo do texto.

E não, eu não recebo comissão deles, e o link não é afiliado.

Simplesmente recomendo ele por ser o melhor site de promoções que conheço.

E não está limitado a smartphones, tem promoção de todo tipo de produto.

Outra forma interessante de pesquisar preços é acompanhar a sua evolução ao longo do tempo.

E pra isso há sites como Zoom e Jacotei, que fornecem histórico de preços.

E há também a opção de criar  alertas do Google, e incluir o texto "R$" pra garantir que, nas mensagens de alerta, seja destacado o preço do produto. Assim você não vai precisar clicar nos links de resultados do alerta do Google pra ver o preço.

A última dica é muito simples, e atende pelo nome de P.A.C.I.Ê.N.C.I.A.

Quanto mais tempo você puder esperar pra fazer a compra, maior a chance de encontrar o melhor momento, aquele período em que o preço atinge um mínimo e você faz um grande negócio de verdade.

É bem difícil conseguir isso, mas é possível.

E não custa lembrar que a tendência de preço da maioria das coisas é pra baixo, ou seja, os produtos ficam mais baratos com o tempo.

Por isso, esperar algum tempo pra encontrar uma oportunidade boa de compra pode valer muito a pena, e aumentar a sensação de realização não apenas por comprar, mas por pagar um preço menor.

Conclusão


Quase tudo que disse aqui se aplica não somente a smartphones.

Provavelmente você deve ter percebido isso, estou apenas reforçando pra que tenha sempre em mente que a Internet está cheia de perigos, inclusive onde menos esperamos.

O mais importante é que é possível usar sua capacidade crítica, seu discernimento e a infinidade de sites e informações da web pra fazer as melhores escolhas na hora daquela compra.

Assim você praticamente elimina a chance de ter uma enorme frustração, comprando gato por lebre ou pagando uma fortuna por algo que não vale tudo isso.

Espero que o texto tenha sido útil, e boas compras!

Tem alguma dica pra economizar em compras na Internet? Comenta aí!!!

Christian Guerreiro

Professor por vocação, blogueiro e servidor público por opção, amante da tecnologia e viciado em informação.


Ensino a distância em Tecnologia da Informação: Virtualização com VMware, Big Data com Hadoop, Certificação ITIL 2011 Foundations e muito mais.


Suporte o Tecnologia que Interessa!

Você acha que as informações compartilhadas aqui são úteis?
Então me ajude a produzir ainda mais e melhores conteúdos!


É muito fácil. Basta divulgar nossos treinamentos pra alguém que conheça!


E se for de Salvador, podemos estruturar um curso presencial para sua empresa!

Eu vou ficar muito grato (e quem fizer os curso também :)!