Uma das funcionalidades mais importantes do VMware vCenter é o seu inventário, onde Data Centers virtuais, clusters, hosts, máquinas virtuais e outros elementos podem ser organizados de maneira flexível e que facilite a visualização e configuração do ambiente virtualizado.

Defina como você irá configurar o seu ambiente virtual

Uma implementação grande da suite vSphere pode conter vários centros de dados virtuais com um arranjo complexo de hosts, clusters, pools de recursos e redes.
Implementações menores podem exigir somente um centro de dados virtual único com uma topologia muito menos complexa.
Independentemente da dimensão do seu ambiente virtual, considere como as máquinas virtuais vão ser utilizadas e administradas.
Aqui estão perguntas que você deve responder à medida que vá criando e organizando um inventário de objetos virtuais:
  • Será que algumas máquinas virtuais vão exigir recursos dedicados?
  • Será que algumas máquinas virtuais vão experimentar picos de carga de trabalho periódicos? 
  • Será que algumas máquinas virtuais vão ter que ser administradas como grupo?
  • Você vai querer usar múltiplos vSphere Switches padrão, ou você prefere ter um único vSphere Switch distribuido por cada centro de dados?
  • Você quer usar vMotion e Distributed Resource Management com certas máquinas virtuais, mas não com outras?
  • Será que alguns objetos virtuais vão exigir um conjunto de permissões de sistema, enquanto outros objetos vão requerer um conjunto diferente de permissões?

O painel esquerdo do cliente vSphere Client exibe o seu inventário.
Você pode adicionar e organizar objetos com flexibilidade, mas há algumas restrições:
  • O nome de um objeto de inventário deve ser exclusivo;
  • Nomes vApp devem ser exclusivos dentro da visualização de máquinas virtuais;
  • Permissões do sistema são herdadas e distribuidas em cascata.
Saiba mais...  Polícia de Miami vai usar "veículo voador"

Tarefas para organizar o seu inventário

Povoar e organizar o seu inventário envolve as seguintes atividades:
  • Criar centros de dados;
  • Adicionar hosts aos centros de dados;
  • Organizar objetos do inventário em pastas;
  • Configurar o sistema de rede para usar switches virtuais padrão ou distribuĩdos;
  • Configurar os sistemas de armazenamento e criar os objetos de inventário de armazenamento para fornecer recipientes lógicos para os dispositivos de armazenamento dentro do seu inventário;
  • Criar clusters para consolidar os recursos dos vários hosts e das máquinas virtuais. Você pode habilitar vSphere HA e vSphere DRS para aumentar a disponibilidade e dispor de uma gestão de recursos mais flexível;
  • Criar pools de recursos para fornecer uma abstração lógica e uma gestão flexível dos recursos da suite VMware vSphere. Os pools de recursos podem ser agrupados em hierarquias e serem usados para particionar hierarquicamente os recursos disponíveis de CPU e memória.

Conclusão

Organizar o inventário virtual é uma tarefa simples, mas extremamente importante no processo de implantação da suite de virtualização VMware vSphere, pois esta configuração define questões fundamentais do ambiente virtualizado, como a maneira de segregar os recursos dos ambientes de produção e desenvolvimento, a funcionalidade utilizada para garantir recursos exclusivos para determinado conjunto de máquinas virtuais, dentre outros aspectos que são determinantes no nível de flexibilidade obtido para distribuição de recursos entre as máquinas virtuais.
Portanto, não subestime a atividade de organização do seu inventário virtual.
E aí ? O que você prefere usar para distribuir recursos entre as máquinas virtuais ? vApps ? Resource Pools ? Clusters ? Fala aí!

Quer saber quais as certificações mais desejadas do mercado?
Há algumas que você deve estar atento, além dcertificação VMware, como a certificação ITIL, em Segurança da Informação e Big Data.