VMware vSphere 6

Certificações VMware (VCA, VCP, VCAP, VCDX): Tudo que você deve saber!

Certificações VMware: Tudo que você deve saber!

 

A VMware
cria softwares de virtualização de servidores e desktops que
simplifica as operações de TI em toda a infraestrutura geral do TI,
em centros de dados, em toda a nuvem e em dispositivos móveis.

A
principal plataforma do centro de dados da VMware é o vSphere, que
também faz parte do VMware vCloud Suite.

Outros produtos importantes
da VMware incluem o Horizon, o vSAN e o vRealize Suite.

Os serviços
profissionais da VMware representam mais da metade das vendas da
empresa e incluem suporte técnico, consultoria, treinamento e um
amplo programa de certificação.

A VMware
foi fundada em 1998, depois tornou-se uma subsidiária da EMC
Corporation em 2004 e agora está sob o guarda-chuva da Dell
Technologies. A empresa possui sua sede em Palo Alto, Califórnia.

 

Visão geral do programa de
certificação VMware

Como
líder no mercado de virtualização, as certificações VMware são
essenciais para muitos profissionais de TI, especialmente aqueles que
trabalham em centros de dados e/ou ambientes altamente virtualizados.

As
certificações VMware são baseadas em uma versão da tecnologia
associada – vSphere – o que significa que as certificações VMware
se alteram em resposta às mudanças tecnológicas.Esteja ciente, no
entanto, de que as atualizações de certificação geralmente ficam
aquém do lançamento de novas tecnologias de virtualização.A
VMware está descontinuando lentamente as certificações das versões anteriores à medida que novos exames para as novas versões aparecem.

Em termos gerais, as certificações VMware se enquadram em quatro
categorias:

  • Gerenciamento
    e Automação da Nuvem
  • Virtualização
    de Centros de Dados
  • Desktop
    e Mobilidade
  • Virtualização
    de Rede
 
Cada
categoria oferece vários níveis de certificação, como:
  • VMware Certified Associate (VCA)
  • VMware Certified Professional (VCP)
  • VMware Certified Advanced Profissional (VCAP)
  • VMware Certified Design Expert (VCDX)
 
Atualmente,
A VMware oferece uma única credencial VCA, que é comum a todas as soluções VMware: VMware Certified Associate – Digital Business Transformation (VCA-DBT), voltado para
executivos e engenheiros que desejem entender as tecnologias associadas às
soluções VMware Cloud Foundation e Cross-Cloud Architecture (vRealize, vSphere, NSX e vSAN). O treinamento é recomendado, mas não
obrigatório. Os candidatos devem passar no exame VCA-DBT (1V0-701)
para obter essa credencial.
 
A
certificação VCA normalmente requer a aprovação em um
único exame para que a certificação seja obtida. Os candidatos
para as certificações Profissional e Profissional Avançado devem
fazer um curso de treinamento ou obter uma certificação de
pré-requisito e passar em um exame (algumas certificações exigem
dois exames).A obtenção de uma certificação VCDX é mais densa.
Os candidatos devem primeiro obter as várias certificações que são
pré-requisitos, criar uma solução VMware pronta para produção e
defendê-la na frente de um painel.
 
A VMware
exige que os titulares das certificações profissional e/ou superior
recertifiquem-se a cada dois anos para manter suas credenciais. Você
pode encontrar mais informações sobre os requisitos da
recertificação da VMware em:
http://mylearn.vmware.com/portals/certification/

“Emblemas” VMware

A VMware
premia com emblemas digitais
os candidatos que conquistaram combinações específicas de
certificações.Você obtém o emblema VCIX ,
por exemplo, depois de obter uma certificação VCAP Design e uma
certificação VCAP Deploy na mesma faixa de solução (DCV, NV, CMA
ou DTM), sem a necessidade de passar em exames adicionais.O emblema VCIX se qualifica como um pré-requisito para as certificações

VCDX, como você aprenderá com mais detalhes posteriormente neste
artigo.

Outros emblemas da VMware variam de acordo com o caminho da
solução e incluem o Especialista Double VCP e vSAN 2017, entre
outros.

Certificações de
Gerenciamento
e Automação da Nuvem
VMware (CMA)
 
As
Certificações de Gerenciamento e Automação da Nuvem VMware (CMA)
 reconhecem as habilidades de um candidato trabalhando com o vCloud
Suite, incluindo o vRealize, bem como conhecimentos gerais e
avançados de computação em nuvem.
 
Atualmente,
existem duas credenciais VCP-CMA que são oferecidas – uma
segmentação V7 e outra V6. O Profissional com certificação VMware
– Automação de Gerenciamento na nuvem (VCP7-CMA)
é a mais nova credencial VCP-CMA. Essa certificação é ideal para
candidatos que trabalharam com implementações do vRealize
Automation por pelo menos seis meses. Se você é novo no vRealize,
faça um curso de treinamento obrigatório, passe nas provas do
vSphere 6 (2V0-620)
ou no vSphere 6.5 (2V0-602),
e passe no VCP7 – Gerenciamento e Automação da Nuvem (2V0-731).
 
Se você
já possui a credencial VCP6-Cloud ou VCP6-CMA ou possui qualquer
certificação válida VCP6 não expirada (para qualquer faixa de
solução), você só precisa passar no exame VCP7-CMA para obter
essa designação.
 
Atualmente,
a credencial da Versão 6, VCP6-CMA,
permanece disponível. Seus requisitos e detalhes são semelhantes,
embora os exames necessários possam variar. A credencial VCP6-CMA é
concedida automaticamente aos candidatos que já possuem a credencial
VCP6-Cloud.
 
Existem
três certificações VCAP disponíveis na categoria de Gerenciamento
e Automação de Nuvem:
  • VMware Advanced Professional 7 – Gerenciamento e Automação
    de Design de Nuvem (VCAP7-CMA
    Design
    ):
    Os candidatos devem passar no VMware Advanced Professional 7 – e nas provas de Gerenciamento e
    Automação de Design de Nuvem (3V0-732)
  • VMware Advanced Professional 6 – Gerenciamento e Automação
    de Nuvem Design (VCAP6-CMA
    Design
    ):
    Os candidatos devem passar no VMware Advanced Professional 6 – e nas provas de Gerenciamento e
    Automação de Nuvem Design (3V0-632).
  • VMware Advanced Professional 6 – Gerenciamento e Automação
    de Deploy na Nuvem (VCAP6-CMA
    Deploy
    ):
    Os candidatos devem passar no VMware Advanced Professional 6 – e na prova de Gerenciamento e Automação
    de Nuvem (3V0-633).
 
A VMware
recomenda dois anos de experiência para cada credencial. As
credenciais VCAP6-CMA Design e VCAP6-CMA Deploy exigem o VCP6-CMA
como um pré-requisito, enquanto o VCAP7-CMA Design aceita o VCP6-CMA
como um pré-requisito.Candidatos que possuam outras credenciais VCP
ou que estejam procurando fazer seu upgrade devem verificar a página
de certificação para saber mais sobre os requisitos atuais.
 
Nota:
A obtenção das credenciais de implantação VCAP-CMA Design e
VCAP-CMA para o V6 gera o emblema VCIX-CMA. Um selo semelhante estará
disponível para a versão 6.5 quando a credencial do VCAP-CMA Deploy
estiver disponível.
 
A
principal credencial na escada de certificação CMA é o VMware Certified Design Expert 7 – Gerenciamento e Automação de Nuvem
(VCDX7-CMA).
Essa credencial é voltada para engenheiros e profissionais
qualificados em todos os aspectos do gerenciamento e da automação
do vSphere e vCloud, incluindo design, planejamento e implementação
de soluções.
 
Ganhar a
credencial VCDX7-CMA não é fácil. Os novos candidatos que ganharam
o emblema VCIX7-CMA devem enviar uma solução de design, passar a revisão do design e defender o design
em relação a um painel de revisão de três pessoas.Candidatos que
ganharam o VCDX-Cloud ou o VCDX-CMA, ou um VCDX em uma faixa
diferente da CMA, possuem requisitos semelhantes, mas não idênticos.Todos os candidatos também devem concordar com o código de conduta
da VMware.

 

Certificações de
Virtualização de Centro de Dados VMware (DCV)

As
Certificações de Virtualização do Centro de Dados VMware

giram em torno de habilidades com o vSphere 6 e o vSphere 6.5.
 
O VMware Certified Professional 6.5 – Virtualização de
Centro de Dados (VCP6.5-DCV)
e o VMware Certified Professional 6 – Virtualização de
Centro de Dados (VCP6-DCV)
são certificações altamente populares destinadas a candidatos com
pelo menos seis meses de experiência com tecnologias de
infraestrutura VMware. A VMware informa que atualmente existem mais
de 100.000 profissionais certificados pela VCP6-DCV.
 
Um
VCP-DCV é proficiente na instalação, implementação e
gerenciamento de ambientes VMware vSphere. Candidatos que são novos
na virtualização de centros de dados da VMware precisam concluir um
curso de treinamento obrigatório e passar no exame vSphere 6
Foundations (2V0-620)
ou no vSphere 6.5 Foundations (2V0-602).Além disso, os candidatos a VCP6.5-
DCV também devem fazer o VMware Certified Professional 6.5 – Prova de de virtualização de
centro de dados (2V0-622),
enquanto os candidatos ao VCP6-DCV devem passar no VMware Certified
Professional 6 – Exame de virtualização de centros de
dados (2V0-621).
 
Existem
três certificações de Profissional Avançado na categoria de
Virtualização de Dados:
  • VMware Certified Advanced Professional 6.5 – Design de virtualização
    de centros de dados (VCAP6.5
    – DCV Design
    ):
    Para indivíduos que possuem a credencial VCP6.5-DCV e, pelo menos,
    cinco anos de experiência trabalhando com soluções VMware
  • VMware Certified Advanced Professional 6 – Implantação de
    virtualização de centros de dados (VCAP6-DCV
    Deploy
    ):
    Para indivíduos com pelo menos dois anos de experiência em
    administração de ambientes virtuais VMware e que possuam qualquer
    certificação VCP6-DCV
  • VMware Certified Advanced Professional 6 – Design de virtualização
    de centros de dados (VCAP6-DCV
    Design
    ):
    Voltado para candidatos que trabalham com tecnologias vSphere 6 em
    um ambiente virtual e possuem certificação de nível VCP6-DCV
 
Nota:
Ganhar
as credenciais de implantação do VCAP-DCV e do VCAP-DCV para V6
gera o emblema VCIX6-DCV.
 
A
certificação máxima nesta faixa é o VMware Certified Design Expert 6 – Virtualização de Centros de Dados
(VCDX6-DCV).
Destinado a engenheiros, os candidatos devem manter o atual VCIX6-DCV,
criar um projeto baseado no VMware vSphere, apresentá-lo e
defendê-lo na frente de um painel de portadores do VCDX.

 

Certificações Desktop e
Mobilidade VMware (DTM)

Certificações
VMware Desktop e Mobilidade (DTM)

são projetadas para profissionais de TI que implantam e gerenciam
ambientes VMware Horizon.
 
O VMware Certified Professional 7 – Desktop e Mobilidade
(VCP7-DTM)
é para candidatos com pelo menos seis meses de experiência com
ambientes que usam o vSphere 7 e o Horizon 7. Os
candidatos devem participar de um curso de treinamento e passar no
exame do vSphere 6 Foundations (2V0-620)
ou no exame do vSphere 6.5 Foundations (2V0-602),
e também no exame VMware Certified Professional  7 –
Desktop e Mobilidade (2V0-751).
 
A Versão
6 do credencial VCP6-DTM
ainda está disponível. Essa certificação se concentra no vSphere
6 e no Horizon 6.
 
A VMware
oferece três credenciais de Profissional Avançado na categoria
Desktop e Mobilidade:
  • VMware Certified Advanced Professional 7 – Design de Desktop e
    Mobilidade (VCAP7-DTM):
    Voltado para profissionais que projetam e integram soluções usando
    o VMware Horizon 7.2
  • VMware Certified Advanced Professional 6 – Design de Desktop e
    Mobilidade (VCAP6-DTM
    Design
    ):
    Segmenta profissionais de TI que projetam e integram ambientes do
    Horizon 6
  • VMware Certified Advanced Professional 6 – Implementação de Desktop
    e Mobilidde (VCAP6-DTM
    Deploy
    ):
    Voltado para pessoas que implantam e otimizam ambientes do Horizon 6
 
O
VCAP7-DTM requer cinco anos de experiência profissional, enquanto o
VCAP6-DTM Design e o VCAP6-DTM Deploy exigem apenas dois anos. O
treinamento é recomendado, e os candidatos devem passar no exame
relevante para ganhar a credencial.
 
Nota:
O ganho das credenciais VCAP6-DTM Design e VCAP6-DTM Deploy gera o
emblema VCIX6-DTM.
 
A
credencial final e mais alta na escada de certificação de desktop e
mobilidade é o VMware Certified Design Expert – Área
de trabalho e mobilidade (VCDX-DTM).Essa credencial é voltada para profissionais que usam o vSphere e o
VMware Horizon para projetar e implementar soluções de computação
móvel e desktops virtuais.Para obter essa certificação, os
candidatos devem ganhar as duas credenciais do VCAP, além de
preparar e defender uma solução de design.

 

 

Certificações de
Virtualização de Rede VMware (NV)

A
Virtualização
de Rede Certificada pela VMware (NV)

visa Profissionais de TI que projetam, gerenciam e implementam
ambientes VMware NSX.
 
A
credencial VMware Certified Professional 6 – Virtualização
de Rede (VCP6-NV)
visa profissionais com pelo menos seis meses de experiência que
instalam, configuram e administram implementações do NSX.Os
candidatos devem participar de um curso obrigatório e passar por
dois exames para obter a credencial. O pré-requisito do curso de
treinamento é dispensado para candidatos que possuam uma credencial
válida de roteamento e comutação de Cisco (CCIE, CCNP ou CCNA) ou
de centro de dados (CCIE, CCNP ou CCNA).
 
Atualmente,
há apenas uma credencial avançada disponível na categoria
Virtualização de Rede: o VMware Certified Advanced Professional 6 – Implantação de virtualização de rede (VCAP6-NV
Deploy
).Para obter a credencial, os candidatos devem possuir a certificação
VCP6-NV e passar no exame VMware Certified Advanced Professional 6 – Implantação de virtualização de rede. Recomenda-se
dois anos de experiência na implantação de ambientes VMware NSX,
além de experiência geral em TI.Candidatos que possuem as
certificações CCIE Centro de Dados ou Roteamento e Comutação da
Cisco só precisam fazer o exame para obter a credencial. Uma segunda
credencial avançada – VMware Certified Advanced Professional 6 – Projetos de virtualização de rede (VCAP6-NV Design) –
está planejada, mas ainda não está disponível.
 
Nota:
A obtenção da credencial Implantação de VCAP6-NV gera o selo
VCIX6-NV. Normalmente, as credenciais VCAP-Design e VCAP-Deploy são
necessárias para obter uma designação VCIX. No entanto, a VMware
está dispensando o requisito de projeto do VCAP6-NV até que essa
certificação seja disponibilizada.
 
O
profissional avançado com certificação VMware 6 – Virtualização
de Rede (VCDX6-NV)
é a credencial de virtualização de rede mais alta oferecida.Para
obter a credencial, os candidatos devem possuir uma credencial
VCAP6-NV Deploy válida ou um selo VCIX6-NV, criar um projeto de
acordo com as especificações fornecidas e passar uma revisão de
projeto. Uma vez que o projeto tenha sido aceito, os candidatos devem
defender com sucesso o projeto para uma banca de três pessoas.

 

Trabalhos relacionados e
trajetórias de carreira

Com mais
de 500.000
clientes no mundo
,
abrangendo todas as principais indústrias, a VMware dominou sua
parte no mercado de virtualização de servidores por anos. Isso
significa que as organizações estão constantemente à procura de
pessoal qualificado para instalar, administrar e dar suporte às
soluções VMware.Empresas de consultoria e revendedores precisam do
mesmo tipo de trabalhadores qualificados, bem como aqueles que podem
propor soluções para os clientes e trabalhar com executivos de
contas, engenheiros e gerentes de projeto para entregar essas
soluções no prazo.
 
A
maioria das funções associadas às certificações VMware são
administradores de sistemas e engenheiros de sistemas.
 
A função
de administrador de sistemas tende a se concentrar no provisionamento
de servidores e na operação e manutenção de hardware, software e
infraestrutura relacionada.Eles estão frequentemente envolvidos no
monitoramento do sistema, revisões de log de sistema e aplicativos,
ajuste e otimização, correção e atualização, backups de
servidor e restauração e solução de problemas.
 
A função
de engenheiro de sistemas aplica princípios comerciais ou técnicos
de nível superior para determinar as soluções VMWare ideais. Essa
função geralmente executa a análise, avaliação, design e
integração de sistemas, consulta com os membros da equipe e os
clientes desde a fase de planejamento e o design da implementação
até os testes.

 

Treinamento e recursos da
VMware

Visite o
site VMware
Education

para saber mais sobre vários cursos de alta qualidade (online e em
sala de aula), navegue pelas bibliotecas do eLearning e nos Vídeos
Instrucionais e muito mais. Alguns detalhes não estão disponíveis,
a menos que você se registre no VMware Education e faça seu login.

Os
cursos de treinamento podem ser caros. Por exemplo, os custos típicos
de treinamento variam de U$4.000 até mais de U$7.000,
dependendo do formato de entrega.A VMware geralmente oferece
descontos em treinamento e exames (especialmente para novos exames), o que coloca o custo do
treinamento ao alcance de um público mais amplo.Para uma opção mais rápida e barata de certificação VMware CLIQUE AQUI.

Quer saber quais as certificações mais desejadas do mercado?

Há algumas que você deve estar atento, além da certificação VMware, como a certificação ITIL, em Segurança da Informação e Big Data.

As novidades do VMware vSphere 6.5 que você deve ficar atento!

VMware vSphere 6.5 - HTML5 Client Adeus vSphere Client!

A nova versão da suite de virtualização de servidores VMware vSphere, 6.5, foi anunciada na VMworld Europe 2016, que ocorreu de 17 a 20 de outubro.

A lista de novidades não traz nada revolucionário, mas as melhorias em vários componentes da solução são bastante relevantes, em especial algumas limitações importantes que foram eliminadas nesta versão.
Os componentes afetados incluem vCenter Server Appliance (VCSA),  Virtual SAN (VSAN), Host Profiles, Auto Deploy, vSphere Fault Tolerance (FT), vSphere DRS, Storage IO Control (SIOC), Content Library, vSphere Operations Management, vRealize Log Insight e PowerCLI.
Agora há suporte para o VMware Update Manager (VUM) e High Availability (HA) nativo para o vCenter Server Appliance (VCSA). Também foi incluído monitoramento de CPU, memória e interface de rede, além do banco de dados vPostgres, e suporte a syslog remoto.

O problemático Client Integratio Plugin (CIP) para o vSphere Web Client não é mais necessário. Ufa!
Backup e restauração nativos para o VCSA. Remove a dependência de soluções de backup de terceiros, permitindo restaurar facilmente o backup para um novo VCSA, via HTTP(S), SCP e FTP(S). O instalador do VCSA agora suporta instalar, atualizar, migrar (da versão 5.5 ou 6.0) e restaurar.

O recurso de Host Profiles agora suporta personalização em massa usando arquivos CSV, cópia entre perfis, integração com DRS, remediação em paralelo e outras novidades.

Houve também melhorias na segurança, com log aprimorado, suporte à exportação de eventos do vCenter para um servidor syslog (como o vRealize Log insight), criptografia de VMs via política (ao nível do hypervisor, transparente para o guest) e vMotion criptografado, além de inicialização segura do ESXi e VMs, desde que haja suporte a UEFI

O HA teve a configuração simplificada, calculando automaticamente o percentual dos recursos a ser reservado de acordo com as configurações do controle de admissão, além de maior granularidade na definição de prioridade para restart, e ainda suporte a orquestração, permitindo a definição de cadeias de dependência de VMs (esse recurso vai ser bem útil!).

Há também um plugin pro vCenter que se conecta à solução de monitoramento do fornecedor de hardware (Dell Open Manage, HP Insight Manager ou Cisco UCS). Quando há, por exemplo, uma falha na memória detectado pela ferramenta de monitoramento, as VMs são migradas usando vMotion para outro hosts.

A integração do FT com DRS foi melhorada, alocando a VM secundária no melhor host, e houve redução da latência de rede, permitindo rodar mais aplicações com FT. Também passou a ser possível agregação multi-NIC, viabilizando mais NICs (vMotion para FT) para um melhor desempenho.

DRS agora considera a banda da rede nos cálculos. Isso evita que um link de rede do host fique saturado por excesso de VMs migradas, um problema sério que finalmente foi resolvido. Políticas avançadas do DRS disponíveis na interface do usuário, permitindo forçar uma taxa de vCPUs e pCPUs ou garantir a distribuição homogênea de VMs por host.
O SIOC agora permite estabelecer limites de IO da a partir da política de armazenamento (SPBM) e aplicar a política às VMs.

Há ainda melhorias no VSAN (inclusive licenciamento simplificado), vSOM, Log Insight e PowerCLI.

Conclusão

Ao que tudo indica, a versão 6.5 é uma atualização que mostra que a VMware está “fazendo o dever de casa”, ou seja, corrigindo os problemas da versão 6 e deixando a suite de virtualização não apenas mais “redonda”, mas também mais fácil de administrar e, principalmente, mais alinhada com as demandas dos clientes, como mostram as melhorias do DRS, HA, VCSA e, principalmente, no vSphere Web Client.
Via Ivo Beerens.

Quer saber quais as certificações mais desejadas do mercado?

Há algumas que você deve estar atento, além dcertificação VMware, como a certificação ITIL, em Segurança da Informação e Big Data.

Como extrair o máximo da versão gratuita do ESXi (sem gastar nada!)

Resultado de imagem para site:blog.tecnologiaqueinteressa.com vmware
Desde que a VMware liberou uma versão gratuita do seu Hypervisor, como resposta à chegada da concorrência da Microsoft no mercado de virtualização, uma infinidade de soluções igualmente gratuitas surgiu, e vamos relacionar algumas delas aqui.
Acontece que a VMware sempre quis usar o ESXi como ‘isca’ pra atrair usuários que, posteriormente, seriam ‘convertidos’ em clientes em razão das limitações da versão gratuita.
Esta estratégia não funcionou muito bem (IMHO), principalmente pelo aumento da concorrência (não apenas da Microsoft) com a oferta de alternativas mais acessíveis a bolsos modestos, e embora a VMware esteja se dedicando ao mercado SMB recentemente, não me parece suficiente para garantir o cada vez mais ameaçado domínio do mercado.
A chegada do vSphere 6 tem tudo pra ser um divisor de águas em termos de tecnologia, mas não necessariamente representa um grande atrativo pra quem não está disposto a gastar por uma tecnologia que virou commodity.
Fato é que, nas versões mais recentes da sua suite de virtualização, a VMware resolveu pegar pesado com os usuários da versão gratuita. Segundo fontes que levantei, não é mais possível usar o vSphere Client para editar configurações das VMs com versão 10 ou superior do hardware virtual.
Não sei se a medida foi intencional, e até li que o vSphere Client disponível na versão 6 talvez resolva esta questão, mas o fato é que a VMware está forçando cada vez mais o uso do cliente web, e os efeitos colaterais disso podem ser graves, especialmente para os usuários do ESXi isoladamente.
Por tudo isso é que as ferramentas oferecidas gratuitamente se proliferam cada vez mais. Vamos a elas.

Gerenciador de hosts com ESXi pra Linux

O VMware ESXi Manager é uma solução não oficial que representa uma das melhores alternativas para gerenciar seus servidores ESXi, oferecendo os seguintes recursos:
  • Interface gráfica para gerenciamento de hosts ESXi;
  • Deploy de OVF a partir da web ou disco local;
  • Listar máquinas virtuais online, suspensas e offline;
  • Suporte a Resource Pools;
  • Acesso à Console;
  • Gerenciamento de Snapshots (criar, remover, reverter, etc);
  • Operações em máquinas virtuais (Stop, Shutdown, Reboot, Start, Suspend e Resume);
  • Monitoramento de máquinas virtuais (online, suspensa, offline, uso de CPU e memória, etc);
  • Remover máquinas virtuais;
  • Monitoramento de hosts ESXi (CPU, memória, versão, etc);
  • Gerenciamento de usuário (criação, atribuição de papéis, definição de senha);
  • Próximas versões
    • Editor de máquinas virtuais (alterar CPU e memória, etc);
    • Browse datastores;
    • Upload de arquivos.

Usando o Converter pra fazer ‘migrações’ de VMs ‘a quente’

O VMware Converter é uma das ferramentas mais úteis e importantes da VMware, e é gratuito.
O que muita gente não sabe é que ele pode ser usado para além da tarefa óbvia de virtualizar servidores físicos (o famoso P2V – Physical to Virtual).
Dada sua versatilidade, a ferramenta pode ser usada para converter versão de hardware de máquinas e assim manter compatibilidade com versões anteriores do ESXi, ou ainda para importar e exportar máquinas virtuais entre hosts ESXi e até entre para soluções de virtualização.
Agora o mais legal mesmo é o ‘truque’ de usar a migração ‘a quente’ (com a máquina virtual ligada) para fazer um backup da máquina virtual sem interrupção, embora isso não seja suportado ou endossado pela VMware, e represente um risco de corrupção da máquina. Na prática, porém, já fiz muitas migrações assim e funcionaram perfeitamente. Por que um backup não funcionaria ? De todo modo, faça por sua conta e risco!

Gerenciando hosts ESXi com o VMware Workstation

Outra alternativa para gerenciar hosts com ESXi é usar o VMware Workstation, que embora não seja gratuito, é muito mais barato que a suite vSphere, e traz a possibilidade de conectar a hosts ESXi e realizar inúmeras tarefas de gerenciamento do ambiente virtual.

Gerenciando ferramentas gratuitas de backup e monitoramento com o MKSBackup

O MKSBackup é uma ferramenta desenvolvida para ser um front-end para o GhettoVCB e outros softwares de backup e monitoramento comumente usados por usuários da versão gratuita do ESXi.
A ferramenta integra com o backup nativo do Windows (ntbackup ou wbadmin), e ainda com o esxmon e até o famoso comando tar do Linux.

Outras ferramentas

O Vladan Seget relacionou uma lista extensa de ferramentas gratuitas para VMware, incluindo soluções para monitoramento, backup, automação de tarefas, integração com provedores na nuvem e muito, muito mais.
O Kendrick Coleman fez um levantamento ainda mais extenso que inclui até soluções de empresas adquiridas pela VMware e ferramentas desenvolvidas pelo laboratório da VMware, os chamados FLINGs.

Conclusão

Quem me acompanha aqui no blog sabe que sou fanboy da VMware, admiro o pioneirismo e inovação da empresa, e penso que é uma daquelas empresas que vale a pena acompanhar de perto.
Mas o mercado pune (parafraseando Muricy Ramalho :), e a empresa vem sofrendo com a concorrência e tenta, através da inovação, se manter no topo pelos próximos anos.
Há quem duvide que a empresa se mantenha firme. Eu prefiro esperar pra ver…
Não é à toa que tantas ferramentas alternativas foram desenvolvidas em torno da suite de virtualização mais usada no mundo, e não é porque a empresa não tem grana pra investir na versão paga do VMware vSphere que você vai ficar sem recursos importantes como gerenciamento e monitoramento.
E aí, você utiliza alguma das soluções que indiquei aqui ? Fala aí!

Quer saber quais as certificações mais desejadas do mercado?
Há algumas que você deve estar atento, além dcertificação VMware, como a certificação ITIL, em Segurança da Informação e Big Data.